Entretenimento, Filmes, Livros

5 citações dos personagens de Harry Potter

1 (2)

E no dia 31 de julho é celebrado o aniversário do Harry Potter, bem como da autora J.K. Rowling! Para comemorar essa data, resolvi citar cinco frases dos amigos do bruxo, para servirem de inspiração para todos nós!

 “São as nossas escolhas, Harry, que revelam quem realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.” Dumbledore

Admito que foi super difícil escolher apenas uma frase do diretor mais querido de Hogwarts. Dumbledore é uma biblioteca ambulante de lições de vida, e é uma grande inspiração para Harry, assim como para os demais.

“Eu! Livros! E inteligência! Há coisas mais importantes, amizade e bravura e, ah, Harry, tenha cuidado!” Hermione

A mais aplicada dos três amigos, Hermione entende muito sobre a teoria da mágica, mas, além de tudo, sabe valorizar as amizades e entende sua importância na vida. Ela se manteve ao lado do Harry ao longo de toda a história, provando a ótima amiga que é.

“Não adianta a gente ficar sentado se preocupando. O que tiver que ser será, e nós o enfrentaremos quando vier.” Hagrid

Adoro o Hagrid desde o início, sendo um ser enorme, com um coração mole e cheio de amor para dividir, sempre cuidando do Harry. Fica aqui sua dica, para nos preocuparmos e lidarmos com o que cabe ao momento.

“O mundo não se divide em pessoas boas e más. Todos temos Luz e Trevas dentro de nós. O que importa é o lado o qual decidimos agir. Isso é o que realmente somos.” Sirius Black

Sirius é um personagem bastante intrigante da história, mas aqui há uma grande verdade, o bem e o mal habitam em todos nós, devemos, assim, escolher o que nos guiará.

“É o grau de comprometimento que determina o sucesso, não o número de seguidores.” Remo Lupin

Lupin foi outra pessoa que queria muito o bem de Harry, sendo também muito sábio e bondoso. Acredito muito nessa fala. Devemos nos importar com nossa devoção ao que acreditamos, mais do quem em números.

IMG_0349

E aqui ficam algumas das citações que gostei em Harry Potter! Acabei há pouco de ler os livros e estou muito feliz em finalmente escrever algo sobre!

O que vocês acharam? Alguma citação está faltando? Deixem nos comentários!

Muito obrigada, pessoal!

Beijinhos!!!

Filmes

5 lições que aprendi com “La La Land – Cantando Estações”

 

La La Land

 

Mesmo com a confusão do ganhou-só-que-não o prêmio de melhor filme no Oscar, La La Land – Cantando Estações ganhou meu coração já no primeiro trailer ao qual assisti! O filme levou 7 estatuetas do Globo de Ouro e 6 dos 14 prêmios do Oscar aos quais foi indicado, incluindo o de melhor atriz, para Emma Stone, e melhor diretor, para Damien Chazelle (o mesmo de Whiplash – Em busca da perfeição).

 

Sinopse: Ao chegar em Los Angeles o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso. – Fonte: Adoro Cinema

Nunca assisti a muitos musicais (com exceção de High School Musical, né), então não sabia se ia realmente gostar, porém, as músicas enriqueceram muito a história e, por mais que as sequências pareçam absurdas, cada música transmite uma mensagem e está conectada ao contexto do filme. Algumas interpretações eu só fui entender quando li mais sobre o filme – às vezes eu sou meio devagar, hehe -, mas isso acabou me deixando ainda mais encantada com a genialidade da obra!

Não podia deixar de escrever sobre o filme, mas já adianto que vocês PRECISAM assistir, nem que seja para não gostar… e aqui vão 5 lições que aprendi com o filme!

  1. “Estou deixando a vida bater em mim até que ela se canse. Aí eu vou revidar. É um golpe clássico”

Trailer 3 - Dreamers (1).gif

Narrando a busca de dois artistas pelo sucesso, Sebastian, querendo abrir seu próprio clube de jazz; Mia, querendo ser uma atriz, o filme mostra como o mundo do entretenimento não é assim tão simples, quanto esforço é necessário, e como é necessário ser mais teimoso do que a vida, de vez em quando, e continuar persistindo no que de fato desejamos – e isso vale para todo mundo!

  1. “As pessoas amam aquilo que os outros fazem com paixão”

Trailer 1 - City Of Stars

Sabe aquele momento de crise entre fazer o que amamos ou o que nos traz mais benefícios? Então, aqui vai uma liçãozinha: conquiste as pessoas com seu amor pelo que faz e você terá o devido retorno!

  1. “Um brinde àqueles que sonham! Mesmo que pareçam bobos. Um brinde aos corações partidos e toda a bagunça que causam!”

Trailer 2 - Audition

Aaaah, a letra de Audition (The Fools Who Dream) é tão linda! A música foi indicada ao Oscar de “Melhor canção original”, porém perdeu para “City Of Stars”, outra música do filme, que também é maravilhosa. Durante todo o filme podemos perceber a mensagem de que devemos persistir nos nossos sonhos e nunca desistir.

  1. “Esse é o sonho. É conflito e comprometimento e é muito, muito emocionante.”

Trailer 3 - Dreamers

O caminho para alcançar nossos objetivos não é ~nada~ fácil, mas você já parou para pensar que talvez isso seja o que torna tudo tão especial?

  1. “Você poderia escrever seus papéis, sabe, escrever algo tão interessante quanto você é.”

Trailer 2 - Audition (2)

Quando a vida não te dá as oportunidades que você procura, crie-as! A Mia vivia buscando papéis para os quais não conseguia ser aprovada e está aí em cima a dica que o Sebastian dá para ela. Torne suas lições, os seus gostos e aquilo que você tem em algo ainda mais especial!

P.S.: Os gifs eu mesma que fiz nesse link aqui, você pode fazer os seus também, a partir dos 3 trailers!

O filme é cheio de referências a clássicos do cinema, e neste vídeo você vê comparações entre as cenas do filme com os originais:

E vocês, já assistiram ao filme? Espero que tenham gostado do post!

Muito obrigada por tudo, pessoal!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes

5 lições que aprendi com “O Vendedor de Sonhos”

460043

No início do ano fui convidada para assistir ao filme “O Vendedor de Sonhos”, baseado no livro homônimo do famoso escritor brasileiro Augusto Cury. Cury, além de escritor, é médico psiquiatra e professor e suas obras são no estilo autoajuda, então sempre tive um certo preconceito. Decidi de última hora assistir ao filme, então não havia visto o trailer nem sabia o contexto da história. Estava preparada para ser um saco, quem sabe até dormir. Mas não foi assim. Não foi mesmo. O filme me surpreendeu muito com a história bem traçada, e suas criticadas “frases de efeito” me fizeram dar uma olhada dentro de mim e na minha vida, e acabei aprendendo muito com elas. Sendo assim, separei aqui 5 lições que aprendi com o filme “O Vendedor de Sonhos”.

Sinopse: Júlio César (Dan Stulbach), um psicólogo decepcionado com a vida em geral, tenta o suicídio, mas é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o “Mestre” (César Troncoso). Uma amizade peculiar surge entre os dois e, logo, a dupla passa a tentar salvar pessoas ao apresentar um novo caminho para se viver. Adaptação do best-seller homônimo do psicoterapeuta e escritor Augusto Cury.

  1. “Os suicidas, mesmo os que planejam a morte, não querem matar-se, mas matar a sua dor.”

No início do filme, o psicólogo Júlio César está na beira de um prédio, pensando em se jogar, e é aí que ele e o Vendedor de Sonhos se encontram. Uma constatação muito importante é que quem planeja a morte muitas vezes o faz para fugir dos problemas que tem na vida e não necessariamente por não querer viver. É importante prestarmos atenção àquelas pessoas que dão sinais de não estarem bem, para quem sabe conseguirmos amenizar as dores que elas sentem e ajudá-las a terem esperanças de melhorar.

  1. “O primeiro a ser beneficiado pelo perdão é aquele que perdoa, não o perdoado”

Uma vez li que guardar rancor é o mesmo que tomar veneno e esperar que o outro morra. Os sentimentos negativos fazem muito mal para nós mesmos, então devemos ser o mais “de boas” o possível, haha. Enquanto você está aí remoendo o que a pessoa fez, ficando de mau humor e descontando em todo mundo, a outra pessoa pode estar vivendo a própria vida, e você aí, afastando todo mundo.

  1. “O ser humano não morre quando o coração para de bater, morre quando, de alguma forma, deixa de se sentir importante”

Muito se fala dos “mortos vivos”, aqueles que morrem em vida por se tornarem escravos da rotina, das coisas que não gostam, por viverem uma vida sem sentido. Viver, de fato, é evoluir, é sentir prazer, é sentir motivação de ser melhor. Enfim, qualquer coisa que não seja continuar estático, no mesmo ponto, para sempre.

  1. “Todo mundo merece uma segunda chance”.

Em tempos de intolerância essa frase é uma grande polêmica… Pense bem: você nunca fez algo errado, vacilou com alguém, se arrependeu e desejou que isso fosse deixado de lado em função das coisas boas que já fez ou pretende começar a fazer? Olha, se isso nunca aconteceu com você, me diz, porque acho difícil! Todos merecemos segundas chances porque todos erramos, é parte da vida. Perdoar pode ser uma questão de empatia: se não sou perfeito, por que exigir que o outro nunca erre?

5. Uma pequena vírgula, para que eles continuem a escrever sua história.

E o trecho que mais me chamou atenção no filme, que mostra que todos podemos recomeçar:

“— Eu procuro vender coragem para os inseguros, ousadia para os fóbicos, alegria para os que perderam o encanto pela vida, sensatez para os incautos, críticas para os pensadores.

— E para os que pensam em pôr um ponto final na vida, procuro vender uma vírgula, apenas uma vírgula.

— Uma vírgula? — perguntou, confuso, o sociólogo.

— Sim, uma vírgula. Uma pequena vírgula, para que eles continuem a escrever sua história.”

Espero que sempre que você sentir vontade de desistir você se lembre de usar uma vírgula e continuar escrevendo sua história, da melhor maneira possível e que você possa viver momentos de felicidade!

E então, pessoal, vocês assistiram ao filme ou leram o livro? O que acharam?

Espero que tenham se inspirado pelo post e que levem alguma lembrancinha para os momentos difíceis!

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!